Formas de aprender da geração tecnológica

Todos sabem que as gerações que vieram desde a virada do milênio trouxeram a necessidade de o mundo evoluir, mas, quando falo em mundo, não me refiro apenas às novas tecnologias e sim à forma como essas tecnologias são usadas pela sociedade.

Vivemos sim em uma sociedade que parece não acompanhar essa geração tecnológica, o que provoca estragos graves no modo como nós, de gerações anteriores, vamos deixar nosso legado (e quando falo de legado, estou falando dos conhecimentos que já adquirimos, a pequena estrada de tijolos amarelos que construímos).

CONHEÇA OS CURSOS DE NOSSO INSTITUTO

FAÇA NOSSA MENTORIA INDIVIDUALIZADA

Sociedade e as gerações

A sociedade ainda não está preparada para lidar com as formas de aprender de cada uma das gerações. Uma viver a ditadura militar, a outra viveu o período posterior a isso, segue-se com a geração que vivenciou a tecnologia e finaliza-se com a atual geração que não vive sem ela.

Essa sociedade não está preparada para as formas de aprender, pois ainda não sabe as formas de se ensinar para essas gerações que convivem juntas nos diferentes espaços, principalmente na internet. Ensinar não é mais passar conhecimento, mas entender que o conhecimento é plural e o aprender diversificado. Então, se você buscava uma resposta objetiva, avance algumas décadas e chegue ao hoje, pois não há uma única forma de se ensinar, pois não existe só uma maneira de aprender.

Conhecendo as gerações

Enquanto alguns se preocupam com essa pergunta: que geração é essa? Geração X, Y, Z, Alfa? Embora haja marcos históricos para definir a “idade” das gerações, as experiências temporais andam cada vez mais fortes, o que promove mudanças nessas gerações. Por exemplo, tem-se que a Geração X são os nascidos entre 1965 e 1980. Eles acompanharam mudanças históricas fortes, mas cada uma em seu contexto, afinal, a informação era não apenas restrita, mas a sociedade da época fez com que isso se mantivesse ainda mais fechado.

Já a Geração Y, também conhecida como Millennials, é a minha geração. Aquela que nasceu entre os anos 1981 e 1996. Também passamos por diversas questões históricas e sociais, além de “iniciar” nossa vida com uma nova constituição (falando de Brasil) e a internet começando a ocupar um lugar importante (mas não de destaque).

Os que vieram entre 1997 e 2010 já pegaram a internet com lugar de destaque na vida da sociedade, mas sem grandes marcos históricos midiáticos acontecendo, apenas alguns pontuais. Essa é a Geração Z, que antecede a virada do milênio e inicia o próximo.

Por fim, temos a atual geração, denominada Alfa (ou Alpha). Esses são os chamados de “nativos digitais”, pois nasceram a partir de 2011, já com praticamente todas as tecnologias fixadas e com a imaginação que os Jetsons tinham (perdoe o meu exemplo, é a minha geração falando mais alto). O grande marco histórico dessa geração, que ainda não dá para analisar com tanta clareza, é a Pandemia da Covid-19.

CONHEÇA OS CURSOS DE NOSSO INSTITUTO

FAÇA NOSSA MENTORIA INDIVIDUALIZADA

Instituto Dering

Estamos caminhando para entender as necessidades e as formas para ensinar e nos orgulhamos disso. Sabe a razão? É porque o Instituto Dering nasceu da ideia de que não aprendemos todos iguais e que todo conhecimento deve estar disposto para quem quiser aprender. Por isso, de cursos de redação à educação e afins, o que nos forem solicitados ou que, em conversas com nossos pares, se fizerem importantes, tentaremos trazer. Como afirmamos, nossa missão é proporcionar conhecimentos diversos às diversas necessidades de cada um, concebendo que existes diversas maneiras de entender e promover o conhecimento.

Conheça nossos cursos e formações!

AutorProf. Dr. Renato Dering
Data da publicação: 18 de setembro de 2023.

Notícias